Para muitos jovens, o intercâmbio muitas vezes é tratado como um sonho distante e inalcançável, principalmente por questões financeiras. Mas ele não precisa ser, caro leitor. Vamos ver como.

Pesquise sobre programas de intercâmbio

Um dos primeiros passos é saber quais são as suas necessidades (se aprofundar em um idioma, fazer o curso de uma universidade renomada, adquirir experiência profissional em outro mercado). A partir disso, você terá informações o suficiente para buscar o programa e a agência de intercâmbio mais adequados para você. Busque dados na internet, visite as agências físicas, compare os serviços oferecidos e conheça a opinião de pessoas que já fizeram intercâmbio através delas.

 

Pesquise sobre o país em que você pretende fazer o intercâmbio

Outra questão importante é saber quais são suas opções de país para fazer seu intercâmbio. A partir delas, você poderá saber o preço de passagem e visto (caso necessário) e também o custo médio de vida do país. Pesquise sore cultura, idioma e afinidade entre o país escolhido e suas necessidades. Para alguém que queira conhecer mais sobre o mercado de trabalho em tecnologia da informação, os EUA ou a Coreia do Sul seriam ótimos destinos. Já para quem gosta das artes, França e Alemanha seriam excelentes escolhas.

 

Calcule os gastos do dia a dia

Esse é um dos pontos muitas vezes negligenciados pelo intercambista. Ter parte do orçamento reservado para alimentação e despesas com itens básicos, além de uma reserva de emergência, é absolutamente essencial. Afinal, durante o intercâmbio você estará fisicamente distante dos seus contatos de emergência, o que pode comprometer sua estadia caso não haja uma preparação prévia. A iniciativa universitária da Unesco, a AIESEC, recomenda que esses gastos devem ser cerca de 40 a 50% do orçamento reservado.

 

Concretize

Em resumo, para se organizar financeiramente, o que você precisa é colocar na ponta do lápis todos os preços citados. Não adianta dizer que o intercâmbio é caro demais se, na realidade, você ainda não pesquisou o preço real. Não importa se os preços se alterem um pouco no futuro, ter um orçamento previsto já é o suficiente para ter uma meta financeira. Com isso, você poderá buscas as opções ideais para você: economizar, fazer uma vaquinha entre os parentes ou trabalhar para realizar seu sonho de intercâmbio. E, o mais importante: saiba que é possível. Mesmo que os programas de intercâmbio em agências estejam além da sua realidade atual, fique de olho: bolsas e oportunidades podem surgir se você estiver preparado.

Você pode tudo!