Para educadores em busca de dar maior alcance para seu trabalho ou jovens produtores de conteúdo, vídeos na internet são formas fáceis de atingir a pessoas e de mostrar seu trabalho. Produzir conteúdo para a internet nunca foi tão acessível quanto hoje! Produzir, editar e publicar são tarefas cada vez mais fáceis de se realizar, porém, com tanta facilidade, é difícil escolher! São tantos tutoriais e indicações por aí, e cada um falando uma coisa diferente. Mas, pensando especialmente em você que quer começar, vamos falar só do essencial para qualquer vídeo.

Conheça seu público

Para alcançar o maior número de pessoas, é necessário saber para quem você está falando. Você não quer falar para o público adolescente como quem fala para acadêmicos, nem quer falar para o público adulto com gírias adolescentes! Adapte sua linguagem de acordo com quem você quer atingir. Dica bônus: em geral, a internet é lugar de uma linguagem mais descontraída e rápida. Pense bem.

Faça um roteiro para seu vídeo

Não espere que você vá dar de cara com a câmera e se tornar o mais novo apresentador de programas da TV! Porque até eles precisam de um roteiro pré-elaborado para saber o quê falar. Claro, não tem problema esquecer-se de algum detalhe ou ter um branco, você poderá tirar esses trechos na edição, mas, ainda assim, mantenha uma “cola” por perto para facilitar sua vida.

Faça uma boa edição

Por ser um lugar em que agilidade é a palavra chave, a edição será o momento reservado para cortar partes desnecessárias e aqueles possíveis momentos para pensar no meio da fala. Além disso, talvez você tenha se empolgado falando sobre algum ponto e acabou discorrendo sobre assuntos que tangenciem o tema principal. Se não for necessário, corte! E não se preocupe com software de edição. O Movie Maker, programa padrão de edição de vídeo, pode dar conta do recado por um bom tempo.

É nesse momento também que você pode começar a pensar no título do seu vídeo, caso ainda não tenha surgido. Título é uma das principais partes de seu vídeo, pois ele fará com que o usuário decida vê-lo ou não. A outra parte essencial é a thumbnail, ou seja, aquela imagem em miniatura do vídeo que aparece junto com o título. Pense numa thumbnail interessante!

Estude seu assunto

Seu público é exigente! Por mais que você domine o assunto, procure sempre revisá-lo e, de preferência, buscar pontos de vista divergentes sobre o tema. Mesmo que você não o utilize ativamente no vídeo, saberá o que pode passar pela cabeça do seu público e estará preparado para quaisquer tipos de comentários.

Seja autêntico!

E, por fim, o mais importante: seja você mesmo. É um conselho que vale para a vida, mas, nesse caso específico, não caia na ladainha de repetir os passos da mais recente estrela do YouTube ou do Snapchat. Isso vale também para conteúdo! Não use conteúdo alheio como seu, mesmo que sejam textos ou músicas (a não ser que a licença dele seja liberada para esse tipo de uso, mesmo assim, com os créditos devidos). Só você é como você e, caso você tente “forçar a barra”, seu público provavelmente irá notar. Ser autêntico vale mais que qualquer câmera poderosa!

É claro: se você for menor de idade, consulte seus pais antes de se expor na internet. A dica vale se você for adulto também! Brincadeiras à parte, vale sempre lembrar que a imagem que criamos no mundo virtual afeta também o mundo real. Agora vá lá e crie! Crie com amor e carinho, pensando nas pessoas que vão se beneficiar com o que só você pode oferecer ao mundo,

Você pode tudo!

Dúvidas, críticas ou sugestões? Mande um e-mail para edsonurubatan@globo.com, estarei te esperando de braços abertos!